Se você está buscando por um imóvel para comprar, deve saber que um dos itens essenciais a se avaliar é a segurança de bairro.

Afinal, podemos encontrar apartamentos de diferentes metragens e estilos em várias partes da cidade, mas só ficamos tranquilos sabendo que nossa família estará a salvo perto de casa. Algumas verificações simples podem ser suficientes para garantir despreocupação ao escolher um lugar para morar.

Em nosso texto de hoje, listamos boas dicas para aprender a avaliar a segurança de um bairro e fazer a opção certa na hora de se mudar. Confira!

Visite-o em diferentes horários

Muitas vezes, visitamos um imóvel durante o horário comercial, quando ainda está claro e as ruas estão cheias. Todavia, para avaliarmos de maneira precisa, o ideal é retornar ao local em vários horários diferentes para fazer uma análise.

Por isso, tente visitar a região do imóvel logo cedo, no horário de almoço, no fim da tarde e até mesmo bem à noite, para analisar o fluxo de pessoas, de carros, o policiamento e a iluminação.

Você poderá ver o que fica aberto até tarde, se existem pessoas caminhando a pé ou saindo com seus cachorros — conhecendo, assim, o movimento do bairro em vários momentos do dia. Dessa forma, ficará mais fácil definir se o local é seguro ou não para você e sua família.

Converse com os moradores

Outra forma de ter uma boa noção de segurança nos arredores é conversar com as pessoas que moram ou trabalham na região. Moradores mais antigos poderão dizer se houve mudanças ao longo dos anos e se esse é um bairro onde são feitos investimentos com frequência — o que é um ótimo sinal.

Você pode perguntar para os vizinhos ou funcionários de um empreendimento de interesse, durante uma visita, ou simplesmente verificar se as pessoas do seu convívio — como familiares, colegas de trabalho ou amigos — conhecem a região na qual você deseja morar.

Essas pessoas podem lhe dar um bom panorama, já que passam (ou já passaram) bastante tempo no bairro e têm experiência para avaliar a segurança. Além disso, você pode buscar as associações de bairro para ver suas impressões ou até mesmo conversar com a delegacia local para pedir alguns índices.

Finalmente, verificar se existem comunidades ou grupos de moradores nas redes sociais também pode ser um meio interessante de trocar ideias.

Considere a infraestrutura

Para entender a segurança total de um bairro, você deve considerar não só a violência urbana, mas também o índice de acidentes e alagamentos, e a qualidade do saneamento básico (rede de esgoto, escoamento etc.). Esses fatores, juntos, vão garantir para você e sua família não somente segurança nas ruas e no trânsito, como também conforto e saúde.

Ao analisar a infraestrutura, considere, além do saneamento, o transporte público — mesmo que não vá utilizá-lo. Afinal, ter linhas de ônibus próximas de casa garante maior fluxo de pessoas, o que deixa a região mais movimentada e aumenta a segurança.

Verifique a iluminação pública, o estado das calçadas e do asfalto, a limpeza na região e o nível de barulho. Se estiver buscando por um apartamento em andares mais altos, poderá ficar mais tranquilo com relação ao barulho de bares e casas de shows.

Observe também se tudo que você pode precisar no dia a dia existe na região, para não precisar se deslocar muito. Estar perto do trabalho ou da escola dos filhos é uma ótima opção, mas, se isso não for possível, ter nos arredores opções de lazer como praças, parques, clubes e centros comerciais já fará uma grande diferença na sua rotina.

É importante também encontrar: escolas de esportes e de idiomas, hospitais e clínicas, farmácias, bancos, academias e postos de gasolina. Essas facilidades vão garantir menor deslocamento nas rotinas diárias e proporcionar maior segurança.

Não deixe de analisar também as proximidades do imóvel, tais como ruas, avenidas e rodovias de acesso — e, até mesmo, os bairros adjacentes. Se eles forem inseguros, poderão afetar a região na qual você pretende morar.

Procure pelos comércios locais

Completando a infraestrutura do bairro, uma boa rede de comércio próxima ao empreendimento desejado pode garantir mais segurança e praticidade na sua rotina. Verifique se você possui opções de conveniência próximas como supermercados, padarias, hortifrúti e restaurantes, o que trará comodidade para toda a família.

Você poderá conversar com esses comerciantes para saber mais sobre a região, perguntando sobre o policiamento das ruas, a segurança em geral em seus estabelecimentos e em seu dia a dia, e ainda sondando se existem muitos casos de assaltos e furtos.

Certifique-se da segurança do empreendimento

Por último, após analisar os itens de segurança de bairro, verifique também se o condomínio de interesse é bem estruturado. Ter uma construtora de confiança e um corretor experiente são os primeiros passos para encontrar um empreendimento bem localizado, seguro e com bons itens de lazer interno, o que permite relaxar sem sair de casa.

Por exemplo, ter uma academia de qualidade, piscinas, quadras e espaços para crianças logo abaixo do seu apartamento e dentro dos limites do prédio é, com certeza, uma vantagem para os moradores, que podem ter uma vida social a poucos metros de casa e ainda ficam tranquilos em deixar os filhos brincarem nas dependências do condomínio.

Em seguida, avalie itens como portaria física 24 horas, câmeras de segurança, elevadores codificados e sistema de vigilância, fundamentais para garantir que os moradores estão protegidos.

Um bom teste é tentar entrar no empreendimento sem se identificar, para verificar quão fácil é a entrada de estranhos. Se você conseguiu passar facilmente pela portaria, pode ser um sinal de que existem falhas na segurança do condomínio.

Como você pode ver, avaliar a segurança do bairro no qual você pretende morar não é tão complicado assim. Mesmo que seja um pouco trabalhoso, o esforço vale a pena para garantir que você e sua família estão fazendo a escolha certa na compra de um imóvel naquela região.

Você deve começar visitando o local em horários diferentes para analisar o movimento e conversando com moradores da região para ter referências. Procure familiares, amigos e colegas que conheçam o bairro para pedir opiniões e explore os arredores para ver a infraestrutura e o comércio. Por fim, conheça os itens de segurança do próprio empreendimento para tomar a decisão correta.

O que achou deste texto? Conseguimos ajudá-lo a entender como averiguar a segurança de bairro no momento de escolher um imóvel para morar? Então, conte para a gente nos comentários. Adoraremos escutá-lo!