About Us

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Aenean vulputate nisl arcu, non consequat risus vulputate sed. Nulla eu sapien condimentum nisi aliquet sodales non et diam. Duis blandit nunc semper rutrum congue. Phasellus sed lacus ut odio vehicula varius. Etiam iaculis feugiat tortor ac ornare.

Stay connected

Blog Post

Afinal, como escolher um apartamento ideal para a família?
Dicas de imóveis

Afinal, como escolher um apartamento ideal para a família? 

Escolher um apartamento para família nem sempre é uma tarefa fácil e, em muitos casos, demanda bastante tempo e esforço empregados. Isso porque comprar um imóvel, geralmente, é um investimento que dura a vida toda e se torna uma das principais partes (se não a mais importante) do seu patrimônio.

Por isso, é preciso que ele atenda às suas necessidades, garanta o conforto e a segurança de todos e não seja uma aquisição que pese no orçamento, dificultando o padrão de vida que você busca oferecer aos seus filhos. Bastante coisa, não é verdade?

Pensando nisso, reunimos alguns aspectos essenciais que você deve analisar ao pesquisar um novo lugar para morar. Confira e garanta que você faça a melhor escolha!

Leve em conta o tamanho do apartamento para família

O primeiro deles, como não poderia deixar de ser, é o tamanho do imóvel. E o motivo disso é bem simples: se você compra um apartamento pequeno e decide aumentar a família, inevitavelmente enfrentará problemas pela falta de cômodos para os filhos — o que gerará não só desconforto, como também falta de privacidade para todos.

Além disso, espaços compactos dificultam (e muito) a criação de animais de estimação, especialmente os de porte médio e grande que são mais ativos, como é o caso dos cães.

Para completar, quem gosta de ter a casa sempre cheia com amigos e parentes pode acabar tendo que reduzir ou deixar de promover aqueles tradicionais almoços de fim de semana, reuniões e encontros.

Afinal, a metragem reduzida interfere e limita na quantidade de convidados que você é capaz de receber simultaneamente. Portanto, vale a pena considerar tudo isso, certo?

Atente à localização do imóvel

A localização da residência também é um fator que não pode ser deixado de fora. Isso porque ela não só contribui para a valorização do apartamento, como influencia diretamente na otimização do seu tempo e da sua qualidade de vida, tornando suas atividades cotidianas mais fáceis, práticas e rápidas.

Por isso, o ideal é que o imóvel seja próximo ao seu trabalho e à escola dos seus filhos. Mas não só isso, pois ele deve ter ao redor outros pontos de interesse da sua família, como lojas, supermercados, farmácias, casas lotéricas, parques, praças e restaurantes.

Certifique-se da segurança do bairro

O terceiro aspecto desta nossa lista é a segurança do bairro, que está diretamente relacionado ao item anterior. A razão disso é que residências em áreas com pontos comerciais, turísticos e de lazer tendem a ser mais movimentadas, contar com policiamento e terem um maior número de pessoas circulando nas ruas tanto de dia quanto de noite.

Com isso, a ação de indivíduos mal-intencionados torna-se menor, e o índice de criminalidade na região também, o que garante o sossego à integridade física e psicológica dos seus familiares.

Observe o nível de privacidade do apartamento

Ter vizinhos morando em cima, embaixo e, principalmente, ao lado do seu lar — como acontece nos edifícios com dois ou mais apartamentos por andar — pode parecer, para algumas pessoas, um pouco invasivo devido a essa proximidade entre tantas residências.

Se essa é uma preocupação da qual você compartilha, uma vez que deseja preservar ao máximo a intimidade e a liberdade da sua família, saiba que é uma boa ideia observar e testar o nível de privacidade do imóvel, especialmente quanto ao isolamento acústico, ao posicionamento das janelas e entradas de ar e à divisão/separação da área da sua varanda para a dos vizinhos.

Não abra mão de uma boa área de lazer

Outro ponto importante para você avaliar ao escolher o apartamento para família é se o prédio onde ele está localizado conta ou não com uma boa área de lazer (com piscina, playground, churrasqueira, academia, quadra poliesportiva, salão de festas, etc.).

Isso porque dispor desses espaços ajuda a proporcionar mais qualidade de vida para si mesmo e, acima de tudo, para os seus filhos — que podem entreter-se e divertir-se com o máximo de praticidade e segurança.

De quebra, uma área de lazer completa ainda contribui para reduzir suas despesas mensais, já que, em vez de pagar um clube ou uma rede de academias para malhar ou praticar um esporte, por exemplo, você faz isso no próprio condomínio.

Repare na quantidade de vagas na garagem

Fora o que já foi dito, não deixe de reparar na quantidade de vagas disponíveis na garagem. Sim, esse é um detalhe que pode parecer simples e até passar despercebido para alguns, mas que é capaz de trazer dores de cabeça no futuro.

Imagine, por exemplo, que você compre um imóvel com apenas uma vaga, pois só você tem carro na família. Tudo certo, não é mesmo? Porém, alguns anos depois, seu cônjuge também adquire um automóvel e, simplesmente, não há espaço para estacioná-lo e deixá-lo protegido. Percebe o problema com o qual vocês terão que lidar?

Acredite: a situação ainda pode tornar-se mais insustentável se, no futuro, seus filhos também tiverem veículos. Portanto, o ideal é refletir sobre essas possibilidades e ponderar sobre as atuais e eventuais necessidades da família.

Considere os custos de manutenção

Por fim, mas não menos importante, não deixe de considerar os custos de manutenção do apartamento para família, como água, luz, internet e, em especial, a taxa condominial.

Afinal, essas despesas são mensais e recorrentes. Logo, é importante que elas não pesem no seu bolso, especialmente se você optou por financiar o valor dele ou conta com outros parcelamentos de bens ainda sendo pagos, como os de veículos.

Portanto, não se deixe levar pela ansiedade de comprar o imóvel próprio. Ao contrário, seja paciente e avalie tanto o custo total da residência quanto os gastos pós-aquisição, para organizar as contas do seu planejamento financeiro.

Agora que você já sabe o que deve analisar ao escolher um apartamento para família, não há mais desculpas para não acertar na decisão e adquirir a moradia que você e os seus filhos merecem. Por isso, pesquise com calma todos os pontos que levantamos neste post e sempre confira a possibilidade de comprá-la diretamente com a construtora e ter uma economia maior.

Aproveitando o assunto, confira já a página do Villagio Calábria e saiba tudo a respeito desse empreendimento que é sinônimo de conforto, praticidade e segurança!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *